segunda-feira, 15 de novembro de 2010

etiqueta para visitar mamae e bebê

Nada tras mais alegria ao lar do que a chegada de uma criança! E se você for visitar o bebê de um\uma amiga que acabou de chegar, que tal não ser só uma visita, mas fazer valer a amizade?

- ligue antes de ir, pergunte o horario. Se a mãe disser - 15h00 - chegue PONTUALMENTE. Sim, bebês são mais ou menos previsiveis, e se a mãe marcou neste horario, é porque é bom para todos. Possivelmente não é horario da cólica, nao é horario de mamar, nao é horario de almoço, é um horario que a mãe elegeu como sendo o ideal. Deve ser o ideal para você. Nada de chegar 3 horas depois, e nem pedir desculpas! se não for possível chegar no horario marcado, LIGUE!!! a mãe se programou para a sua visita!

- AJUDE - mesmo que voce não tenha qualquer experiencia com crianças, que tal levar para a visita, além do tradicional presentinho para o bebê, um lanchinho para a mae? você ganhará pontos extras com a mamae, e um tijolinho na sua casinha no céu, se ainda por cima colocar a mesa e lavar os pratos. A menos que a mãe tenha empregada fixa, que faz tudo, gentileza gera gentileza, e com certeza este pequeno ato de carinho vai trazer bons frutos. Nao precisa ser um banquete - um bolinho e um refrigerante, ou um suquinho, vao fazer do papo de voces bem mais legal, além de ter uma sobrinha para o lanche da noite.

- AJUDE MAIS UM POUCO - o bebê dormiu? tem intimidade? diga para a mae ir tomar um banho que qualquer coisa voce chama. Tomar um banho é um luxo que poucas maes possuem.

- NÃO CRITIQUE - a menos que a mae esteja colocando em risco de morte o bebe - e ela dificilmente estará - não critique o modo que as coisas estao sendo feitas. Cada pessoa tem o seu jeito de fazer as coisas, e se cada pessoa que entra dá uma opinião, a mae, principalmente a de primeira viagem, vai ficar doidinha!! Se não é feito do SEU jeito, não quer dizer que esteja errado.

- AJUDE COM O QUE PUDER - se a mae tem 2 filhos, que tal dar atenção ao mais velho? já vai ajudar a mae que acaba se descobrando para conciliar o bebe e o irmão mais velho. Se voce tiver intimidade, claro, marque um dia para levar o primogenito ao cinema, ao parquinho, a uma festinha de aniversario.

- DIGA COMO ESTÁ A VIDA LÁ FORA - traga boas noticias, diga como estao todos, o trabalho, a academia, aquele mundo extra-trocador que a mae não tem mais contato. Se voce tiver um dvdzinho legal, um filminho bacana, deixe para que sua amiga veja. Uma hora vai aparecer um tempinho, e nem que dure uma semana (as vezes um filme vira mini-serie), ela vai acabar assistindo.

- SAIBA A HORA DE IR EMBORA - por mais intima que voce seja, uma hora tem que ir embora, perceba a hora certa. Nada de ficar enrolando, o bebê chorando e voce sentada no sofá, assistindo televisão porque não perde esta novela por nada deste mundo. Evite ser expulsa da casa. Visita boa é aquela que atende a finalidade, e tem prazo de duração. Nada de chegar as 9 da noite e ficar até a meia noite.

Infelizmente, há pessoas que NÃO possuem o minimo de educação na hora de visitar um bebê. Daí estes lembretes básico que vão fazer de você uma visita desejada e esperada!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

“Por que você quer ter mais leite? Pensando em abrir uma fábrica de laticínios?"

A preocupação que as mães apresentam sobre produção suficiente de leite é antiga: séculos atrás, quando todas amamentavam, preces eram direcionadas aos santos e às virgens "especialistas" em leite bom e abundante e as mães usavam ervas e poções com reputação sólida.

Talvez o medo venha da ignorância. As pessoas acreditavam que a quantidade de leite dependia da mãe – havia mães que produziam muito leite e outras que tinham pouco; mães que secretavam leite bom e outras que faziam leite fraco.

Na maioria dos casos, a quantidade de leite não depende da mãe, mas do bebê. Há bebês que mamam muito e outros que mamam pouco e a quantidade de leite será sempre exatamente o que o bebê retira.

Exatamente? Sim. A produção de leite é regulada minuto a minuto pela quantidade de leite que seu bebê tomou na mamada anterior. Se o bebê estava faminto e rapidamente esvaziou o seio, o leite será produzido com grande velocidade. Se, contudo, o bebê não estava muito interessado e deixou o seio meio cheio, a produção de leite será de forma mais lenta. Isso já foi demonstrado através de cuidadosos cálculos medindo o aumento no volume disponível no seio entre mamadas. Para a mãe que tem leite insuficiente, ou seja, menos que o bebê dela necessita, uma das seguintes condições TEM que estar presente:

1. Um bebê que não mama o suficiente (por exemplo, se o bebê está doente, cheio de água com açúcar ou chazinho ou tomou mamadeira);
2. Um bebê que mama, mas incorretamente (por exemplo, se o bebê posiciona a língua incorretamente porque acostumou-se com chupetas ou mamadeiras, ou está fraco porque tem perdido muito peso ou devido a um problema neurológico).
3. Um bebê que não é permitido mamar em livre demanda , porque as pessoas querem alimentá-lo em horários rígidos ou entretê-lo com uma chupeta quando ele mostra sinais de fome.

Além dessas três circunstâncias (ou algumas poucas outras que podem ocorrer muito raramente), praticamente todas as mães tesrão exatamente a quantidade de leite de que o bebê delas necessita.

Alguns dos "sintomas" de pouco leite são: (IRONIA DO AUTOR)
• o bebê chora
• o bebê não chora
• o bebê quer mamar com freqüência inferior a 3 horas
• já se passaram 3 horas e o bebê não está pedindo pra mamar
• o bebê leva mais de 10 minutos para mamar
• o bebê mama e em 5 minutos não quer mais
• o bebê mama de noite
• o bebê não mama de noite
• minha mãe também não teve leite
• minha mãe tinha muito mais leite que eu
• meus seios estão cheios demais
• meus seios estão vazios e murchos
• meus seios são imensos
• meus seios são pequenos demais
• eu não tenho bico
• eu tenho 3 mamilos (você ri? Muitas mães dizem seriamente "eu não tenho bico". Eu garanto que é muito mais comum ter 3 mamilos que não ter nenhum).

Quando preocupada com estes sintomas, a mãe decide fazer alguma coisa para aumentar sua produção de leite. Se ela decide fazer algumas coisa inútil, mas inofensiva, como comer amêndoas ou acender uma vila para Santo Antônio, provavelmente nada de ruim acontecerá e é possível que sua fé faça com que ela credite que seu leite aumentou e todos ficam felizes. Mas algumas vezes a mãe tenta alguma coisa que funciona, ou pelo menos tem o potencial para funcionar. Nestes casos, os conselhos das pessoas que sabem alguma coisa sobre lactação humana pode fazer mais mal que bem, especialmente nos casos em que a mãe não tinha problemas de produção suficiente de leite.

O caso desta mãe retrata a profundidade da angústia que pode ser provocada quando se juntam a regra dos 10 minutos, o ganho de peso e alguns conselhos que parecem razoáveis, ainda que irrelevantes, já que não havia problema a ser solucionado:
" Meu filho tem 3 meses e 10 dias. Ele pesa somente 4,640g. Nasceu com 3,120g e perdeu peso nos primeiros dias, chegando a 2,760g. O maior problema é que ele nunca quer mamar. Primeiro, eu o amamentava a cada 3 horas, mas ele sempre mamou só um pouquinho. O pediatra sugeriu que eu amamentasse a cada 2 horas, mas as coisas não melhoraram e me sugeriram que eu o colocasse no peito o tempo todo. As coisas pioraram. O bebê só mama bem à noite e durante o dia quando ele está sonolento. Eu já tentei tudo o que me aconselharam: tirei leite com a bomba antes de dar o peito, assim ele pode mamar o leite mais calórico e até eliminei tudo de laticínio da minha dieta. Nada adiantou e ele está me deixando louca. Já tentei dar mamadeira e ele não quer. O pediatra disse que ele é saudável (fez vários exames de laboratório) e normal, mas estou muito estressada. Vivo em constante desespero, preocupada se ele vai mamar direito na próxima mamada ou não, sempre observando para colocá-lo no peito quando ele vai dormir e ver se ele engole. Eu não posso sair de casa, porque ele pode querer mamar. Estou preocupada porque o peso dele está abaixo da média. "

O peso deste bebê está no percentil 7 da curva, ou seja, 7 de cada 100 bebês saudáveis desta idade pesam menos que ele. Isso dá 280.000 dos 4 milhões de bebês nascidos todo ano nos Estados Unidos. Como será que as mães dos outros 280.000 bebês estão sobrevivendo? Esse peso é absolutamente normal. Contudo, o problema não era o peso, mas o fato que o "bebê mama muito pouco". O que isso significa aqui é que (uma vez que o bebê é amamentado e a gente não tem como saber o quanto ele mama) o bebê mama muito rápido.

Quanta dor teria sido evitada se esta mãe soubesse que alguns bebês mamam super rápido e outros bem lentamente e que não é necessário olhar o relógio. Teria sido tão melhor se da primeira vez que a mãe dissesse "meu bebê mama pouco", alguém tivesse dito "claro! Ele é tão esperto que já descobriu como mamar com eficiência e rápido". Ao invés disso, ela foi informada de que havia um problema, o bebê não estava mamando o suficiente… e receber conselho para amamentar mais vezes. Conselho destinado ao fracasso, já que o bebê não precisava mamar mais e não conseguia.

Em 4 meses, a situação deteriorou ao ponto de que o bebê só mama dormindo. Um psicólogo poderia ter falado sobre o assunto, mas não precisamos procurar razões psicólogicas abstratas para perceber que, se o bebê mamou dormindo já tomou tudo o que precisava (o que é evidente já que ele cresce normalmente) e é impossível adicionar mais mamadas depois que ele acorda. Ele comeria o dobro do que precisa.

O bebê não será capaz de mamar acordado se a mãe continua a amamentá-lo enquanto ele está dormindo. Ele só tem 4 meses, ainda vai experimentar sólidos e passar pela perda normal de apetite com 1 ano de idade. Se algo não mudar, a situação familiar ficará desesperadora.

Como o bebê vê esta situação? Claro, ele não entende o que está acontecendo. Ele não sabe que precisa mamar 10 minutos, nem que seu peso está no percentil 7. Ele estava bem, mamando quando queria, quando de repente coisas estranhas começaram a acontecer. Ele estava sendo acordado para mamar com muita freqüência e o melhor que ele podia fazer era ser flexível, fazendo as mamadas mais curtas, claro. Algumas vezes alguém tirava o leite desnatado do início da mamada e já no primeiro gole ele recebia creme de leite, cheio de gordura e caloria. Como era de se esperar, fazia as mamadas ainda mais curtas. Naturalmente, ele não aceitava a mamadeira ("mas eu já mamei 8 vezes hoje!" ). A cada mudança, ele respondia de maneira lógica, incapaz de compreender a sua mãe e os conselhos que ela recebia. Algumas semanas atrás ele começou a ter "pesadelos" estranhos. Ele sonha que um peito é introduzido na sua boca e que seu estômago enche-se de leite. A coisa mais estranha de todas é que o sonho é tão real, que ele até acorda com a barriga cheia e incapaz de mamar durante o dia.

Sua mãe parece mais preocupada a cada dia que passa; ele a vê chorando e isso o assusta. Se ele pudesse falar, diria a mesma coisa que sua mãe diz à gente "ela está me deixando louco". E se ele fosse capaz de entender o que se passa, ele certamente faria um esforço para mamar bem lentamente e ficar 10 minutos no seio (mamando a mesma quantidade, claro, não há motivo para procurar uma indigestão). E isso faria todos felizes. Mas ele não entende o que acontece e não pode fazer um gesto de boa vontade. Somente sua mãe pode mudar; senão o problema permanecerá por muitos meses ou anos."

Do livro My Child Won't Eat, do pediatra Carlos González

domingo, 10 de outubro de 2010

camarao que deu certo

tentei fazer um strogonofe de camarão, mas quando vi que não tinha leite de coco...iiiih...mudei o prato!!! rs
segue a receita criada hj, ficou OTIMA
1 tomate
500 gr de camarao
1 cebola
azeite de oliva
2 colheres de sopa (ou 3) de farinha de trigo
1 dente de alho amassado
3 colher sopa manteiga
leite
o seu tempero - aqui usei limão, sal, pimenta do reino
1 pacote pequeno de coco ralado

vamos lá - tempere o camarao, mas não coloque o sal, só a hora de ir ao fogo para não virar borracha. Ligue o fogo, coloque azeite na panela, esquentou? beleza, coloque o sal no camarao e leve para fritar. Ele fechou, VOCE RETIRA O CAMARAO e reserva.
pique meia cebola e o tomate. Coloque a cebola para refogar no azeite (aquele q voce usou para o camarao) quando ficar transparente, adicione o tomate, de uma fervurinha, começou a soltar agua, desligue.

em uma panela, coloque a manteiga, a outra metade da cebola picada, e doure. adicione 3 colheres de sopa da farinha de trigo, e deixe dourar. Adicione o leite.

foi aqui ue a receita deu errado...rs era para eu ter o leite de coco, daí...só tinha coco ralado!!!!

foi tu mesmo....
adicione o leite (uns 500 ml) e misture para não empelotar. se empelotar, liquidificador ou mixer resolvem o problema. coloque também umas 2 colheres de coco ralado, espere hidratar neste molho branco, continue mexendo....

Ligue a panela onde esta descansando o tomate e a cebola, adicione este molho branco, e mexa. Começou a engrossar? coloque o camarao, espere levantar fervura e sirva acompanhado de um delicioso arroz branco.


terça-feira, 28 de setembro de 2010

tudo tem seu tempo....

Sabemos que tem tempo de plantar, tempo de colher, tempo tempo....tempo.

Mas e quando não temos noção de tempo? Como usa-lo, abusa-lo, mas a nosso favor?
Tempo é prioridade. Para as coisas que são prioritárias, sempre temos tempo. Algo que tenho usado a meu favor é ter uma rotina, bem estruturada, mas flexivel, que faça com que possa me livrar dos deveres, e depois curtir o que deve ser curtido. Como diria minha mae - primeiro a obrigação, depois a diversão.

Algo que todos que têm filho pequeno escutam é - APROVEITE, QUE PASSA MUITO RAPIDO. Na verdade, voa! O seu filho só vai ser bebezinho uma única vez na vida, e a gente só tem noção disto quando, aquele bebe que voce foi visitar ano passado no hospital, está correndo em uma festinha de aniversário.

por conta desta infancia, que infelizmente está cada vez mais curta, não dá para EUZINHA ter o mesmo ritmo de antes. A gravidez me reduziu, e muito, a velocidade. Sim, eu vivia a 200 por hora, com direito a muitos cursos, mas agora...aaah...agora. Ia fazer pós, desisti. Tudo porque apareceu um convite irrecusavel, que vai tomar muito tempo, mas que é algo delicioso de fazer. Tempos atras, abraçaria as 2 causas, sem contar meu trabalho, a academia, e algum curso de idioma....

mas, pra que tudo isto? pós eu posso fazer a qualquer tempo...as outras coisas, sao todas passageiras também. Mas receber um abraço gostoso da bebe mais linda do mundo...só agora.

nao, não estou dizendo que me larguei, que joguei a toalha, porque há vida além do trocador. Mas nao dá para ver a infancia do seu filho passar sem participar dela.

otima semana proceis!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Brechós Infantis

já pensou em comprar coisas em brechó? Voce encontra coisas muito boas, em ótimo estado de conservação. Ok, nem todo o brechó é cuidado, já fui em uns em que os sapatos estavam...COM LAMA!!!! e a vendedora ainda soltou - mas aqui é brechó...não, coisas em brechó não são usadas e acabadas, devem estar em excelente estado de conservação, semi-novas. Não é igual a um corcel II, 1981 a alcool ser anunciado como semi-novo. As roupas devem estar em excelente estado de conservação, nada de buracos, sujeiras, manchas. Brinquedos lavados, mas nada que uma higienização em casa, com direito a alcool, agua fervente e tudo o que tem direito, nao limpe o brinquedo.

seguem alguns brechós aqui em bsb:

Peça Rara Brechó Infantil e Feminino
CLS 307 Bloco C Lj 3 - Brasília - DF, 70354-530(61) 3242-6707de todos, foi o que mais gostei. Super organizado, separadissimo, muito bom
Bis Brecho Infantil
CLS 315 Bl D s/n lj 9 - Brasília - DF, 70384-540
(61) 3345-8556

Bebezinzão - http://www.bebezinzao.com.br/ - só passei em frente, gostei !!!!
era meu agora é seu - http://www.erameuagoraeseu.com.br/

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

como tirar manchas?

Como tirar manchas de óleo?
Você tem algumas opções para se livrar desta mancha.
Limpe o local com álcool ou benzina e lave em seguida com água e sabão neutro.
Outra opção é fazer uma mistura com uma parte de água oxigenada com quatro partes de água fria e passar em cima da mancha.
Em seguida lave com sabão em pó. Esta opção pode ser mais indicada para o tecido branco, pois o colorido pode desbotar.
Como tirar mancha de coca cola de tecidos?

Basta limpar a mancha com água bem fria ou até um pedaço de gelo. Depois lave normalmente. A água morna ou quente sempre ajuda a fixar a mancha.
O que fazer para tirar a mancha de molho de tomate?

Primeiro coloque detergente neutro em uma colher (chá) e despeje em um copo de água morna. Passe sobre a mancha. Em seguida, misture uma colher (chá) de amônia em meio copo de água.Passe sobre a mancha.Por fim, passe esfregue o local com uma esponja com sabão neutro e enxágüe com água.
Como tirar mancha de batom de tecido?

Você tem algumas opções para se livrar desta mancha. Limpe o local com álcool ou benzina e lave em seguida com água e sabão neutro. Outra opção é fazer uma mistura com uma parte de água oxigenada com quatro partes de água fria e passar em cima da mancha. Em seguida lave com sabão em pó. Esta opção pode ser mais indicada para o tecido branco, pois o colorido pode desbotar.
As camisas de cores claras do meu marido sempre ficam com manchas amareladas em baixo do braço. Como faço para tirá-las?

Essas manchas ocorrem porque provavelmente ele veste a camisa enquanto o desodorante ainda não secou. É a reação do desodorante ainda líquido com o suor. Para tirar esta mancha é preciso colocar sobre ela uma solução feita com metade de álcool e metade de amoníaco. Mas cuidado com este último produto, pois é tóxico. Outra opção é deixar a peça de roupa de molho em solução de água e sal.
Caiu shoyo na minha roupa. O que eu faço?

É fácil. Peça ao garçom um pouco de nabo ralado e esfregue em cima da onde caiu o shoyo. Você verá que as manchas irão sumir na hora. Se necessário, peça mais e repita o processo. Se, por algum acaso, você esquecer de fazer na hora, faça o mesmo logo que chegar em casa
Derramei vinho tinto na minha toalha favorita e não sei o que fazer.

Simples. Tire o excesso de vinho com um guardanapo, em seguida coloque um pano em baixo da toalha e coloque vinho branco em cima da mancha vermelha. Deixe um tempo e, em seguida, lave a mancha com água morna.
O que fazer quando a roupa do seu filho ou marido chega cheia de graxa?

Em primeiro lugar, retire o excesso da graxa com papel absorvente. Depois, misture aguarrás e água na mesma quantidade e aplique sobre a mancha. Outra opção é aplicar benzina sobre o local. Deixe agir por alguns minutos e lave normalmente.
O que fazer quando algo gorduroso cai na roupa?

Uma opção é colocar bastante talco em cima da mancha e deixar agir por algum tempo. O talco vai neutralizar a gordura. Depois, retire o excesso de talco e lave com sabão em pó. Se a mancha não sair, quando a roupa secar, passe talco sobre o local e repita o processo. Se o tecido for seda, coloque benzina ou éter em um algodão e aplique na mancha. Em seguida, lave normalmente.
Manchei uma roupa com ferro muito quente. O que faço agora?

O local precisa receber vapor de água.Para isto, ligue o chuveiro no mais quente possível, feche o banheiro e deixe a roupa no ambiente(não pode molhar ).Em seguida, misture sal e limão fazendo uma solução.Passe na mancha.Depois, lave - a normalmente.
Minhas lingeries brancas amarelam facilmente com o tempo. O que fazer?

Antes de lavá-la, deixe de molho em uma bacia com água e bicarbonato de sódio. Em seguida, lave-a normalmente. O amarelado irá sair. Se necessário, repita o processo antes da lavagem seguinte.
Roupas brancas que ficam guardadas por muito tempo ficam com manchas. Existe alguma forma de prevenir estas manchas?

Existe sim. Da mesma maneira que guardar um vestido de noiva exige cuidados extra especiais, roupas de festas brancas ou mesmo aquelas que não são muito usadas também merecem o mesmo cuidado, que aliás, é bem simples. Basta envolver a roupa ou vestido com um lençol azul e guardá-la, se possível, em uma caixa. Assim ela não amarela nem mancha.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ih, venceu!

Ih, venceu....

Tudo na vida tem um prazo, inclusive você. Sim, você um dia vai vencer para o seu empregador, e é hora de mudar. É bom que você perceba o quanto antes que isto aconteceu, para conseguir sair antes que a situação fuja do controle.

Mas, e quando estamos com alguém vencido? Não raro temos em nossa casa uma peça raríssima nos dias de hoje – EMPREGADA DOMÉSTICA. Mas este ser em extinção também vence.

Com detectar o vencimento?

Não, ela não vai faltar com o respeito, faz tudo como antes, só que diferente. Horário de chegar – não tem, todo dia o ônibus atrasa, não passa, chega cada vez mais tarde. O serviço, não consegue mais fazer. Daí você começa a montar uma pequena empresa, afinal, é de confiança. Quando pára e vê, você está com a a passadeira, a faxineira, a copeira, o motorista, o lavador de carros, o caseiro, e a empregada. Que raios ela está fazendo então?

A principal característica da empregada vencida é o não cumprimento dos horários. Você tem horário para chegar no seu trabalho, ela não. O horário para sair também deixou de existir. Quando você percebe, ela trabalha 6 horas, ou menos, sim, ou menos, porque chega, ainda vai tomar o café (que você acaba fazendo), almoça, e nada disto é descontado do horário de trabalho (embora você trabalhe 8 horas, com 2 de almoço, e para não ficar metade do dia na rua, acaba engolindo e comendo em 30 minutos).

Pior é quando esta falta de horários começa a influenciar o SEU horário. Aí...bem, não tem como dizer pro chefe que foi um evento em cadeia. “minha empregada perdeu o ônibus, chegou tarde, tomei café da manhã tarde, o almoço também atrasou, e por isto estou aqui a 1 da tarde, e não ao meio dia, como deveria ser”. Não, efeito dominó não é possível.

Para evitar o efeito dominó, você acaba não almoçando. Oras, bolas, se ela é paga para fazer o almoço, e você está saindo sem almoçar, por que vai mante-la?

Da mesma forma que você, ela possivelmente não está satisfeita com o serviço (se estivesse, não agiria assim, correto?). Seja sincera, pergunte se há algum problema, coloque as cartas na mesa. Nada de falar mal da empregada para meio mundo e trata-la como se nada estivesse errado. Ter alguém de confiança é muito bom, mas cada um sabe o seu limite. Se, após uma conversa sincera, ela realmente não mudar, o jeito é você mudar quem você emprega.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Alimentos...há necessidade de tudo ser orgânico?


Há alguns alimentos que voce não precisa gastar os tubos para que sejam organicos, naturalmente ou não absorvem tanto pesticida, ou voce retira a casca para comer:


Aspargos, abacate, banana, brócolis, repolho, kiwi, manga, cebola, mamão, abacaxi.

Mas há alguns que valem oinvestimento:

- leite e derivados orgânicos – o leite orgânico é produzido com vacas com dieta orgânica, e que não receberam antibióticos.


Ovos –

Uma quantidade pequena de pesticida pode passer da galinha para os ovos, e dos ovos para tantos quantos os alimentos que preparemos com eles. Ovos orgânicos (ou caipiras) nasceram de aves que comeram comida orgânica, e não tiveram o crescimento acelerado com horonios ou doses de antibioticoa.

Mas veja se a galinha é caipira mesmo – a cor do ovo não é garantia de que é orgânico.


Pessegos - esta fruta é sinonimo de beleza, ter uma pele de pessego é o sonho de muitas mulheres. Mas justamente a casca do pessego absorve altas quantidades de pesticidas, e retira-la leva embora também grande parte dos nutrientes. Quer outras frutas que também absorve muito? Maça, nectarina, morango....o morango e sua finissima pele absorvem grande quantidade de veneno, e não é possível descascar um morango. Cereja, uvas, uvas passas, claro. Muitos sucos de fruta são...suco de uva!!!! Não compre os de caixinha para dar ao seus filhos, compre os organicos (além de saber que não tem agrotoxico, também é quase certo que não terá corante, mas é sempre bom olhar o rótulo). Comprar fruta da estação também é mais garantido do que comprar morango em pleno mes de janeiro.


BATATA - tá aí alguem que a gente adora, quem não gosta de batata? Mas ela absorve MUITO agrotoxico, pesticidas, entao, vale o investimento. Ah, o mesmo se aplica a batata doce.

PIMENTA - OK, não gosto de pimenta...mas a gente acaba comendo pimentoes!!!! Nem todos os plantadores respeitam os niveis seguros de agrotoxico, e lavar, lavar, e lavar mais um pouquinho, retirar a pele e ferver NÃO vai mandar a contaminação para os ares.
Outros vegetais que tem demonstrado um alto nivel de contaminação são: aipo, feijão verde e tomates. tomate cereja são pequenos...e dificil de fazer a higienização. O aipo não tem casca, e é um excelente canditado a contaminação. Outros itens que valem a pena o organico são as cenouras e a couve flor.

quarto do baby - o que é essencial



como escolher os moveis para o bebe? PENSE...segurança!!!! tudo ali tem que ser seguro.Como posso escolher os melhores móveis para o bebê?

É claro que você quer o quarto mais lindo do mundo para o seu bebê, mas lembre que precisa pensar também em fazer dele um ambiente seguro, aconchegante, funcional e que dure. E o quarto merece ser um local gostoso e confortável para você também, a outra pessoa que passará boas horas por lá. A primeira providência prática é decidir os tipos de móveis que você vai comprar. Veja antes de investir se você não vai "herdar" móveis de alguém próximo, já que isso é bem comum (e útil). Seja realista com o espaço que tem, já que o melhor para o bebê é ficar num ambiente arejado e calmo. Excesso de enfeites e móveis podem atravancar o local. Para escolher, tire medidas do quarto e dos móveis, faça uma pesquisa de preços (porque eles variam MUITO) e não deixe de conferir ao vivo produtos que viu na Internet, para verificar direito se são mesmo aquilo que imaginava. Programe-se para olhar tudo com calma e antecedência, ainda no segundo trimestre da gravidez, já que várias lojas pedem prazos de mais de 30 dias para entregar móveis. O mesmo vale se for montar um quarto todo planejado, com móveis executados por marceneiros. É bom que tudo esteja no lugar bem antes da chegada do bebê, para que qualquer cheiro de tinta ou cola já tenha se dissipado e não possa provocaralergias ou mal-estar.

Berço

O bebê dormirá no berço por pelo menos dois anos, até que mude para umacama de verdade ou a chamada minicama. O berço deve seguir os padrões de segurança do Inmetro para que não representem nenhum risco para seu filho. Algumas recomendações importantes: • A distância entre as grades, por exemplo, tem que ter no mínimo 4,5 cm e no máximo 6,5 cm, assim não há perigo de que a cabecinha, ombros ou mãos dele possam ficar presas. • Se o berço tiver rodinhas móveis, pelo menos duas delas têm que ser fixas ou conter travas. • O espaço entre o estrado e a lateral do berço não deve ultrapassar 2,5 cm, e o espaço entre as ripas do estrado tem que ser de, no máximo, 6 cm, para também evitar que braços e pernas possam ficar presos. • Se alguma das partes do berço for feita de tela, os buraquinhos têm que ter no máximo 7 mm, para não haver chance de os dedinhos do bebê passarem por eles. Na hora da compra, veja se pelo menos uma das grades laterais abaixa, algo que facilitará muito sua vida quando for pôr e tirar o bebê da cama, especialmente quando ele estiver já adormecido. Outro aspecto para ficar de olho é se há furos já prontos na estrutura para mudar a posição do estrado à medida que o bebê crescer (ou para deixá-lo ligeiramente inclinado caso seu filho sofra de refluxo). Não se esqueça também de perguntar se o preço do berço inclui ou não o colchão. O colchão deve ser firme, com densidade apropriada para crianças pequenas. Um dos lados pode ser plastificado, para proteger o tecido dos inevitáveis acidentes de vazamento de fralda ou vômitos. Nesse caso, é preciso colocar o colchão para arejar com frequência, porque a umidade pode ficar presa sob o plástico e provocar mofo. Outra opção é procurar um protetor impermeável de colchão em lojas de produtos infantis. Deixe o colchão arejar sem o protetor com frequência. Mais uma dica para colchões é verificar se não fica espaço vazio nas laterais uma vez que o colchão esteja colocado no berço. Se você conseguir colocar dois dedos entre o colchão e a lateral do berço é sinal de que o espaço está grande demais e há risco de seu filho ficar preso ali. Muitos berços se transformam em minicama, uma caminha que pode ser usada até a criança ter 4 ou 5 anos. Na prática, porém, muita gente acaba não fazendo a transformação. É difícil pensar num futuro tão distante, mas, se quiser usar a minicama, peça para ver como fica a peça já transformada, e leve para casa os acessórios necessários para a mudança, como parafusos ou grade.

Cesto ou moisés

Berços de vime, cestos ou moisés podem ser de grande utilidade nos primeiros meses do bebê, já que são aconchegantes, de fácil movimentação para qualquer lugar da casa e podem servir como local para dormir de dia e à noite. No caso do cesto, ele também deve ter um colchão firme e que se encaixe direitinho, sem deixar sobras nas laterais. Precisa ainda ser testado para ter certeza de que não fica bambo e com risco de virar com o peso. Se você temanimais domésticos ou crianças que possam pular ou derrubar o berço, o melhor é não arriscar. Pais e mães adoram esses itens mais portáteis para colocar no quarto deles, bem perto da cama, e encurtar a "viagem" das mamadas da madrugada, em especial em época de frio. Um berço desmontável também pode fazer as vezes de cestinho, e ter outras utilidades no futuro, como ficar na casa da avó, funcionar como cercado ou ser levado em viagens.

Cômoda para roupas e troca de fraldas

Até seu filho completar 1 ano, você terá trocado mais de 2.000 fraldas sujas, dá para imaginar? Diante disso, é fundamental que o lugar das trocas seja bem confortável para vocês dois. Se os recursos estiverem mais apertados, você pode até trocar a fralda na sua cama. Suas costas vão reclamar um pouco, mas funciona. Deixe a cama bem protegida com um trocador impermeável ou uma toalha de banho grande, e tenha bem à mão tudo que vai precisar para a limpeza do bebê (fralda, algodão, pomada antiassadura etc.), numa caixa ou cestinha. É justamente essa a grande facilidade que as cômodas apresentam. Por serem grandes, geralmente há espaço para colocar o trocador e todos os acessórios para as trocas na parte de cima, e ainda sobra bastante lugar para as roupas e sapatos do bebê nas gavetas. Dependendo do sexo do bebê, dá para fazer uma parte da cômoda com cabideiro para vestidos, com a porta transparente, ou grandes gavetões para abrigar estoque de fraldas, malhas ou colchas mais grossas. O essencial é que seja uma peça sólida e sem risco de virar em cima do bebê se ele se apoiar na cômoda, quando começar a engatinhar. Outro ponto é que seja pintada com tinta atóxica e que não tenha quinas pontudas demais que possam machucar seu filho quando ele for um pouco maior.

Cadeira de balanço ou poltrona de amamentação

As cadeiras de balanço costumam fazer sucesso com os bebês (e os pais também) porque todo aquele movimento para frente e para trás é muito reconfortante e ajuda a pegar no sono. Também são ótimas para acomodar papai ou mamãe na hora de ler uma história, conforme o bebê cresce. Muitas poltronas de amamentação (conhecidas como "cadeira da mamãe") também contam com um sistema de balanço, com a diferença de serem mais seguras por não terem a base arredondada como as cadeiras de balanço tradicionais. Algumas delas também giram. Ao comprar uma cadeira ou poltrona, teste a altura das costas e do apoio para os braços para ter certeza de que você ficará confortável na hora de amamentar. No caso das poltronas, escolha o acabamento de um tecido que seja fácil de limpar, como o couro sintético ou ecológico, porque a sujeira será fatal. Pense também em uma cor neutra para que no futuro, se quiser, possa transferir a poltrona para outra parte da casa, já que se trata de uma peça tão gostosa de sentar. Deixe o tecido decorativo para as almofadas. Muitas poltronas de amamentação vêm ainda acompanhadas de banquetas ou pufes para os pés (que não são essenciais).

Como escolher cortinas e tapetes?

Cortinas e tapetes são, na maioria das vezes, itens de decoração em um quarto de bebê, e não de necessidade, a menos que você viva em uma área muito fria ou onde bata muito sol (e a janela não contar com persianas externas). Se realmente for usar cortinas, procure as feitas com tecido fácil de lavar (como algodão ou voile) ou de limpar, porque elas acumularão bastante pó e isso pode causar todo tipo de alergia e irritação respiratória no seu filho. O mesmo conselho vale para os tapetes, com o agravante de que são mais difíceis de lavar em casa. Simplesmente passar aspirador não é suficiente para retirar o pó e todos os microorganismos que ficam presos às fibras do tecido de um tapete. Dependendo do tipo de tapete, você vai precisar chamar uma empresa especializada para limpá-lo uma vez por ano. Tapetes antialérgicos são um bom investimento para quem pode gastar um pouco mais, assim como os antiderrapantes. Se você comprar um tapete que não seja antiderrapante, procure fitas antiderrapantes para colocar por baixo do seu em lojas de material de construção.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

espetinho de cupcakes

aqui chamados de kabobs...sao os nossos bons e velhos espetinhos, com um nome phyno e sophysticado.
Cupcake kabobs anyone?!?!
It seems like kids will eat anything on a stick, so why not mix-up two favorites to make cupcake kabobs? These yummy sweets were a big hit at the pool party!


I found lots of inspiration from blogger buddies like these.....

(Photo courtesy of Wedding By Color)

(Photo courtesy of Cupcakes Take the Cake)

I had an ideal image in my head and these precious cupcake kabobs from Z as in Zebra were exactly what I was dreaming up! With a few minor adaptations our yummy pool party treats were whipped up for the sweets table. Here are the directions so you can make your own!

Ingredients:
mini cupcakes decorated with sugar sprinkles
kabob skewers - (I used the larger skewers, but any size would work.)
candy - (I used these colorful gummy orange slices)

First, you need a batch of mini cupcakes. (I made my favorite lemonade cupcakes.) The pool party was full of vibrant colors, but yellow, blue, and green were the main featured colors of the dessert table. I dipped the top of the cupcakes in a mixture of warm milk and powdered sugar. Then, I dipped them in the colorful sugar sprinkles. You could use any color to fit your party color scheme.

I didn't want to repeat any colors, so I went ahead and "pre-planned" the order of the cupcakes and candy before I pushed them on the stick.


Carefully, slide the candy on the skewer followed by the mini cupcake. Keep rotating the candy and cupcakes until the skewer is full. I added 3 mini cupcakes and 4 pieces of candy.
Voila! Cupcake Kabobs!

I love this idea because they can fit any party theme and you can use any type of candy. The variations are endless. Wrap them up like Z as in Zebra and they are also perfect treats for a bake sale or class party. Hmmm... What else can I put on a stick?

gentes, tá in english, mas dá para entender!!!!

fonte.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Ninguém me contou....

coisas que ninguém te contou. Ou entao, contaram errado:

1) VOCE NUNCA MAIS VAI DORMIR - ledo engano. Os bebes depois de um tempo dão uma engrenada boa. Você pode até dormir, mas não vai conseguir porque...fica com o sono leve. Qualquer barulho é motivo para levantar e ver se está tudo bem. Ou então quando está silencio demais, você vai verificar se a respiração do bebê está ok.

2) QUE GASTARIA OS TUBOS EM....TUBO DE POMADA DE ASSADURA - vai fazer só chá de fralda? peça alguns bons tubinhos de pomada. é um dinheiro muito bem empregado. Gostamos de uma marca específica, e só compramos dela. Ou melhor, nao peça nada, ou peça um de cada, para ver qual voce se adequa melhor.

3) QUE AS CÓLICAS NÃO ACABARIAM COM 3 MESES....- há um percentual baixo de bebes que possuem cólicas mais duradouras do que a dos outros. Se você foi premiada com este exemplar, sinta-se....privilegiada!!! Será mais alguns dias, as vezes mais um mes, de cólicas diiárias. Mas acredite - elas passam. Quando você menos esperar.

4) QUE AMAMENTAR É MUITO BOM - se as pessoas soubessem quão bom é, as fábricas de mamadeira e de leite artificial fechariam.

5) QUE EU TERIA PRE-ECLAMPSIA - você não fuma, não bebe, faz exercícios regularmente, daí um belo dia vira um balao, seus pés estao inchados, sua pressao está alta, tem proteinura na sua urina, e seu bebê pára de se desenvolver. Pronto...esquece tudo. Voce vai ter que fazer repouso.

6) QUE TERIA QUE FAZER REPOUSO - há pessoas que correm uma maratona na gravidez. Eu fiquei vendo minha barriga crescer na horizontal.

7) QUE PARTO NORMAL NÃO DOI TANTO ASSIM - dizer que não doi, é mentira. DOI, muito, mas é suportável, plenamente suportável. Novela, filme, seriado, faz um serviço contrário à humanidade, e as mulheres. Muitas pessoas olham pra voce e falam - FOI ANORMAL, NÉ? eu pergunto, vem cá, quantos trabalhos de parto voce já viu? não vale na tv...sim, pq até os que passam na tv são editados, e mal editados.

e você, tem alguma coisa que contaram errado, ou que você descobriu e ninguém te contou?

tempo de cozimento

tabela super pratica! adorei!
Dica: sempre que você for cozinhar um legume ou uma hortaliça, faça no tempo certo.
Além de preservar os nutrientes (razão mais importante), a aparência e a consistência, você poderá desfrutar de um
prato muito mais saboroso.
Se um legume for pouco cozido, vai ficar duro e se for muito cozido vai ficar mole.
Aprenda facilmente na tabela abaixo, qual o tempo de cozimento correto para cada
hortaliça / legume.
Hortaliça / Legumefervura na água
(tempo em min.)
no vapor
(tempo em min.)
na panela de pressão
(tempo em min.)
panela tampada ?
Abóbora20 - 2525 - 308 - 10sim
Abobrinha15 - 2020 - 253 - 4sim
Alcachofra35 - 45***10 -12não
Alho Poró20 - 2525 - 308 - 10não
Aspargo 5 - 157 - 151 - 1 ½ não
Batata25 - 3530 - 4510 - 15sim
Batata Doce 15 - 2525 - 306 - 8sim
Beringela8 - 1515 - 20***sim
Beterraba45 - 9050 - 9010 - 18sim
Brócoli8 - 2015 - 201 ½ - 2 ½não
Cará30 - 4045 - 5010 - 15não
Cebola15 - 25***3 - 4não
Cenoura15 - 2520 - 303 - 5sim
Chuchu10 - 1515 - 201 - 2sim
Cogumelo1525***não
Couve***3 - 5***sim
Couve-Flor20 - 3025 - 3010 - 15não
Ervilha8 - 2010 - 20½ - 1não
Espinafre3 - 55 - 101 - 1 ½ sim ou não
Feijão Verde20 - 4025 - 401 - 3sim
Mandioca15 - 202010não
Mandioquinha10 - 15208 - 10não
Milho Verde5 - 1010 - 151 - 2sim
Nabo10 - 2020 - 251 ½ - 3não
Pepino5 - 6******sim
Pimentão10 - 15***5 - 8não
Quiabo10 - 2020***não
Repolho Branco12 - 15152 - 3não
Repolho Verde3 - 88 - 10 1 - 1 ½não
Salsão15 - 2025 - 302 - 3sim
Tomate5 - 1010***sim
Vagem20 - 3515 - 301 ½ - 3não

*** não recomendado ou não aplicado

http://www.sertaozinho.com/tabela_cozimento.shtml

sábado, 7 de agosto de 2010

feliz dia dos pais



esta aí ao lado sou eu. Este comigo no colo é meu pai. A saudade é enorme, adoraria que ele estivesse presente para conhecer a minha filha. Quem não sabe, ou não se lembra, ele faleceu 7 meses após o meu casamento. Foram anos de uma batalha contra enfisema pulmonar, doença progressiva, sem cura, que no caso dele decorreu de alguns maus anos de tabagismo.

A gente só dá importancia mesmo a pai e mae quando...vira um!!! é sério. Entender mesmo seus pais é uma tarefa que parecia tao turva na adolescencia (onde tudo é turvo, nao é mesmo?) mas a maternidade (ou paternidade) clareia de uma forma esplendorosa os nossos olhares.

Não vou enaltecer as grandes coisas que aprendi com meu pai, mas sim as pequenas, afinal, a gente nao rouba, não mata, isso é basico da educação. E o dia a dia?

- Meu pai abominava a mentira. A gente podia ter tacado fogo na casa (sim, eu era terrível alguem por favor me lembre de editar este post assim que minha filha aprender a ler) mas nada acontecia se você falasse a verdade. Agora, se mentisse...aaaaah se mentisse....

- Meu pai abominava o framengu. É, criar filho nos anos 80 não era fácil não, tais pensando que o framengu foi grande quando? solução para não ter um urubuzinho em casa - meu pai, psicologo nato , resolveu o problema. Você sabia que TODO menino de rua é alguém que tinha tudo, colégio, inglês, aula de música, piano, natação, tipo, assim como a gente tinha, mas que virou flamenguista. Pai nenhum gosta de menino flamenguista, daí, joga na rua. Pior de tudo é que eu me lembro de estar no carro, parado no sinal, vir um menino pedir dinheiro, e assim que o menino se afastava, meu pai soltava - estao vendo, voces não são flamenguistas e estão dentro do carro. Pergunta pro menino porque ele foi parar na rua...voces não imaginam a gargalhada que esta historia arranca lá no trabalho.

- nunca sair de chinelo na rua. Não sei porque, mas era regra...só saía de chinelo na praia...hoje arrisco uma rasteirinha.

- tirar boa nota não merece presente, é obrigaçao. Então, este mantra sagrado era repetido n, n³¹°°°°°°°°°° vezes lá em casa. Tá, a gente era bem caxias também, mas ele sempre falava que tirar boa nota nao era garantia de presentes caros, viagem a disney ou direito a ir ao show do Menudo (ao qual, diga-se de passagem, eu não fui, e anos de terapia não vão me recuperar desta perda irreparável). A lógica era simples - se vocês só estudam, não trabalham, não é mais do que obrigação passar de ano. A repetição, em contrapartida, era digna de uma pena duríssima - NÃO IR PARA A PRAIA. Vocês podem até não entender, mas morando em Brasilia, cuja praia mais próxima é a 1000, MIL quilômetros, não ir para a praia significava ficar em Brasilia em pleno janeiro. Todo mundo na praia, e você na chuvosa cidade (sim, janeiro chove, descobri isto no primeiro de muitos anos que fiquei aqui, quando fiz vestibular, e depois quando descobri que janeiro é alta temporada, melhor viajar em setembro). Era fácil de descobrir quem viajou e quem não viajou na volta as aulas - A COR da pele....quem foi ao mar, tava bronzeado. Quem ficou em Brasilia, estava amarelo ocre desbotado.

- mecânica básica. Entao, meu pai me ensinou a olhar nivel do óleo do carro, a calibrar pneu, trocar pneu, os nomes de algumas peças do carro, caso acontecesse alguma coisa para eu não ser enrolada. Outra coisa importante foi - CARRO DE MULHER TEM QUE ESTAR SEMPRE LIMPO, além de SEMPRE TER O TELEFONE DE UM REBOQUE JUNTO AO DOCUMENTO DO CARRO, para emergência. As vezes o reboque por fora é mais rapido do que o seguro.

- andar com algum dinheiro em cash, o mínimo que fosse para de onde estivesse, voltar para casa de taxi. Nunca precisei, mas é engraçado que até hoje sempre ando com algum escondido, para caso precise, ter como voltar pra casa. A gente tá tão acostumado com dinheiro de plástico,

- boiar. nao me pergunte porque, mas antes de nadar, ele ensinou todo mundo a boiar

estes sao os ensinamentos, pequenos, que meu pai passou....alguns que lembro agora.

domingo, 25 de julho de 2010

passo a passo de uma festa infantil....



Como toda festa, voce não vai acordar no sabado e decidir - vou fazer o niver do meu filhote hoje a noite!!! Precisa de uma organização. Vamos lá?

- lista de convidados - quantas pessoas serão? isso dará o ritmo da sua festa. Lembre-se que crianças pequenas vão com seus pais, entao...no minimo 3!!! Separe pais e filhos, mas por idade. Alguns lugares cobram a partir de 4 anos como adulto (sim isso existe) outros apenas depois dos 10 anos. Pense na pior das hipoteses - pequenos pagando como adultos. Pronto, ta aí a sua lista. Algumas pessoas convidam todos os conhecidos para festa, principalmente o aniversario de um ano, outros convidam só familia e amigos mais chegados, há quem convide só familia e amigos com filhos. Isso vai do estilo de cada um, mas lembre-se que toda, TODA festa tem uma quebra de 15%. Se chamar 100, possivelmente só vao 85.

- data - seu filho nasceu proximo ao natal ou reveillon? vai coincidir com o feriado de carnaval? algumas pessoas podem viajar, é bom ter em mente isto. Mesmo que tenha que adiar por um mes a festa, é bom voce realmente contar com as pessoas presentes. De nada adianta fazer a festa na primeira semana de janeiro, se familia e amigos estao curtindo uma praia.

- local da festa - sim, voce já sabe quantas pessoas serão, é hora de ver onde vai ser a festa. Se fizer em casa ou no salao do predio, veja se comporta os convidados - nada pior do que 200 pessoas em um local que só cabiam 50. Crianças correm, suam...é bom ter local de sobra para eles!!!

- horário - ah....este é um problema. SEu bebe pode ser super ativo pela manhã, e a bateria dele vai esvaziando no decorrer do dia. De nada adianta cantar os parabens as 21h00 se ele vai estar cansado, berrando, chorando, reclamando. EScolha o horario a partir do ritmo do seu filho. Ele fica bem de noite? Qual horario ele está mais bem humorado? Este também pode ser um problema se quiser fazer em casa de festa - nem sempre o horario bom pro bebe está disponivel. Outro porém de se fazer fora de casa é que as festas têm horario para iniciar e terminar. Leve também isto em consideração ao escolher o local.

- tudo ok? vamos ao tema - há temas da moda, temas que nunca saem de moda. Se você é doida pela Hello Kitty ou MInie, não quer dizer que sua filha também o é!!!! A mesa do bolo vai ditar o tema da festa. Não tente agradar a todos - mesa do cocoricó, enfeites dos backardigans (é assim que se escreve?), lembrancinha da turma da monica. Opte por um só, e seja feliz na sua escolha. Há opções para todos os gostos e bolsos, se tiver na dúvida entre 2 temas, deixe um para o ano que vem!

- cardapio - intimamente ligado ao horario. Vai ser de manhã? que tal um farto café da manhã, quase um brunch? Vai ser no meio da tarde? Não se esqueça que há coisas que jamais, nunca, em tempo algum podem faltar em uma festa infantil, uma delas é o brigadeiro. Sem ele, parece que se foi para uma festa qualquer. Faça um agrado aos seus convidados, e sirva os docinhos à mesa, não só na mesa do bolo. Muitas vezes o avanço é tao grande, que sua tia-avó que está doidinha para comer um casadinho não vai sentir nem o cheiro. Assim, voce agrada as crianças avançadoras e os adultos comportados. Outras coisas que são tipicas de festas infantis - cachorro quente, pipoca....
Se o aniversario for em junho, e voce optar por uma festa junina, um cardapio típico agrada a todas, e está em consonancia com o tema. Sucesso garantido!

- convite - muitas casas de festa disponibilizam o convite já no pacote. Se quiser personalizar, não precisa gastar os tubos de $$$. Sim, o convite é o primeiro contato que seu convidado vai ter com a festa, mas não é também para voce exagerar! Hà opções baratas e fáceis de serem feitas. Caso opte por festa em buffet, é algo que voce mesma pode fazer, e dar um diferencial na festa. Se não, use o que eles disponibilizam mesmo! Vou ver se faço um post especial com convites que a gente mesma possa fazer.

- DECORAÇÃO - prepare-se para morrer numa grana!!! a menos que queira fazer, encher os baloes na boca e ganhar novos labios no estilo Angelina Jolie. No youtube, se voce colocar - BALAO JARDIM - aparecem uns PAPs, não é tao dificil, mas é bom ter disponibilidade de tempo e paciencia para executar. O youtube tem quase tudo em matéria de balões, veja se compensa fazer ou encomendar. Outra coisa sao os centros de mesa, que voce pode fazer ou encomendar. No youtube também tem muita coisa, é só assistir, se divertir, e ter inspirações!

- A FESTA EM SI - se fizer em um buffet, os brinquedos já estao incluidos, se for em casa, voce ainda tem que encomendar. Veja se são novos, se no aluguel estao incluidos os monitores, se são habilitados para a tarefa, e quanto tempo ficarão ali. Uma boa festa é regada a boa música! Sim, música infantil no caso. Veja as que seu filho gosta, relembre sua infancia também, separe cantigas de roda, e não se preocupe se depois de 200 músicas tocadas, elas começarem a tocar de novo. Quem vai filmar? quem vai fotografar? NAÕ É VOCÊ!!!! ou bem voce dá atenção aos seus convivas, ou bem voce registra a festa. Terceirize. Ou um parente habilidoso que não vai te dar o cano nem deixar as fotos tremidas, ou entao contrate mesmo. Vai ter lembrancinha? opte por algo barato e de facil manuseio pelos convivas importantes - as crianças. Pense em algo que vá realmente ser usado, nada de dar coisas que virarao tralhas. Crianças gostam de brincar, um pega-varetas, um caderninho para pintura, com lapis de cor, dominó, veja algo que as crianças usem. Particularmente, não gosto daqueles saquinhos que estao cheios de doce, acho doce demais para um adulto, que dirá para uma criança.

No mais, pouco importa se vai ser em buffet, em casa, se vai ser apenas um bolinho. Festejar o aniversário do filho é muito importante, é agradecer por mais um ano de vida, ou pelo primeiro ano vivido. E que venham tantos outros!







quinta-feira, 22 de julho de 2010

Cadeirão....ão


Ontem o pediatra nos deu a prova maior - introdução de alimentos! Sim, foram 6 meses de aleitamento materno exclusivo, em livre demanda, hoje, tivemos nossa primeira experiencia com comida de verdade.

Fui atras do cadeirao. Claro que o preço influi, mas como todos os demais itens, nao pode ficar de fora a segurança.

Particularmente, sou contra o uso do carrinho em casa para alimentar, porque suja...e limpar carrinho nao é das tarefas mais faceis. A cadeirinha - bouncer - da fisher price também não resolveria o problema, porque depois que eles começam a sentar, odeiam o bouncer.

Já tinha visto varios modelos na internet, mas acho que é o tipo de item que deve ser comprado depois de visto ao vivo. Cadeira de amamentação também. Ambos têm que ser confortaveis. Sabe aquela sua tia que tem uma sala que jantar que ninguem gosta, porque a cadeira é horrivel? Desconfortavel? alimentação tem que ser prazerosa!!!!

Em um dos muitos livros que não li durante a gravidez (os quais estou lendo por partes agora) estava escrito para o bebe se acostumar com a colher, afinal, até agora, ele só estava no peito. Deixar uma colher de silicone para ele brincar, manipular, colocar na boca, tirar, e assim fiz. A Giulia brinca muito com a colher dela!

Hoje, hora sagrada da refeição - almoço - fiz a papinha. Bebe sentadinha no cadeira, um, dois, tres, olha o aviãozinho.....

pra fora...

Ficou me olhando com aquela cara de - de onde veio isto???

depois foi brincar com a colher...se comeu uma colherada inteira, entre o que entrou e saiu, foi muito...

o cadeirao se mostrou super seguro - cinto de 5 pontas, reclinavel. Há modelos super supimpas no mercado, com regulagem de altura, vai da escolha de cada um. Há também cadeiroes que lembram o que minha mae usou conosco nos anos 70!!! Preço não é tudo, pensem sempre na segurança.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Receitinha que adoro - charuto de repolho

Esta receita é classica aqui em casa, ADOOOORO!!!!

1 unidade(s) de repolho
- 300 gr de patinho moído(s)
- 200 gr de arroz
- quanto baste de pimenta da jamaica
- quanto baste de pimenta-do-reino preta
- quanto baste de cominho
- quanto baste de noz-moscada
- quanto baste de canela-da-china em pó
- 3 dente(s) de alho picado(s)
- quanto baste de sal
- quanto baste de azeite
- 1 unidade(s) de cebola fatiada(s)
- quanto baste de tomate em pedaços médios


Modo de preparo:

Coloque as folhas de repolho aos poucos na água fervente.
Em uma panela coloque um pouco de azeite e deixe aquecer. Em seguida junte a cebola, um pouco de repolho picado, tomate e corrija o sal. Deixe refogar.
Em um pilão junte as pimentas, o cominho, a noz-moscada e a canela. Misture bem. Depois passe na peneira.
Tempere a carne com esse tempero peneirado, o alho e o sal e junte o arroz. Misture bem para ficar homogêneo. Reserve.
Corte as folhas de repolho para retirar a parte central. Depois recheie com a carne temperada e enrole.
Coloque em cima da cebola e dos tomates refogados. Jogue um pouco de água e coloque por cima um prato para que os charutos não fiquem borbulhando junto com a água. Tampe a panela e deixe cozinhar durante 20 minutos.
Na hora de servir, coloque algumas folhas de hortelã no prato e por cima coloque os charutos.


obs - nao coloquei a quantidade de pimenta indicada (crianças comeriam o prato, não seria uma boa este mundo de pimenta). Uma dica: Coloque o repolho inteiro numa panela com água para ferver. As folhas se soltam facilmente, mas cuidado para não exagerar no tempo.

E o chá virou noticia...

Olas!!! acompanho alguns blogs muito legais, e adorei o blog feito a mão, cheio de ideias super hiper mega criativas para voce, isso mesmo, VOCE fazer !!!!

Acabei ficando na duvida entre jardim encantado e casa de bonecas para o niver da Giulia, mandei uma msg para a Claudia, proprietaria do blog, e ela é um doce!!! um amor!!!! Daí, na empolgação, disse como tinha feito o chá da giulia. Ela postou algumas coisas do chá no blog dela!


ta aí, é só clicar e ver!!!!
Claudia, obrigadissima pelo carinho!!!!!!

domingo, 4 de julho de 2010

Lugar de criança...É NA COZINHA!!!!


Ah...o coração da casa!!! Sim, para o autor de casa grande e senzala, este é o coração da família brasileira. Infelizmente, com os apartamentos minusculos, este coração está cada vez menor, o que faz ser um milagre que ali caiba o basico. Uma geladeira, um fogao.....a pia...e mal dá para terem 2 pessoas ali dentro conversando!!!! Mas cozinha é igual a coração de mãe, sempre cabe mais um.

E é, sim, lugar para trazer um ser tao pequenininho. Para evitar surpresas... Segurança....muita segurança. Ele não precisa logo de casa impressionar a todos fazendo uma lagosta belle meuniere, mas com certeza estes primeiros ensinamentos gastronomicos vao ficar para a vida toda.
A cozinha lá de casa sempre foi aberta, entravamos, passavamos por ela, era um local como qualuqer outro da casa. Ali aprendi quando criança como enrolar um rocambole, o ponto do brigadeiro, como enrola-lo (com lições de paciencia e espera, porque se não esfriasse, queimava a mão...heheheh), além de ver como o tomate saía da geladeira e iria parar na salada.

Quer tirar o panico das crianças do verde? que tal uma mini horta? tinhamos uma, não tinha muita coisa não, moranguinho, tomatinho, hortelã.....já era uma festa. Cada dia era uma novidade. Nasceu um morango!!! nasceu um tomatinho!!!! a festa de colher o tomate (plantado numa jardineira) e leva-lo para a salada fazia de nós pequenos agricultores, felizes da vida com a safra colhida, além de consumidores do nosso produto!!!

O que a criança pode fazer??? que tal uma pizza? não precisa sair perfeita, mas quem não vai adorar mexer a massa? E ajudar a colocar a cobertura no bolo? Mexer o brigadeiro fora do fogo e aguardar esfriar para enrolar???

Infelizmente, hoje em dia as pessoas não gostam tanto da cozinha, daí reclamam que o filho é chato para comer. Lembre-se que você é que vai dar o exemplo ao seu filho. Como querer que ele coma salada se os pais não comem? Como ter uma alimentação saudavel se os pais não tem?

Tragam seus filhos para dentro da cozinha, façam com que vejam como o alimento é feito, da melhor maneira - leia-se: saudável - possível.